Tuesday, September 29, 2009

Trânsito...


Pesquisa aponta que paulistano compra mais carro e gasta média de 2h43 por dia no trânsito (Fonte: UOL Notícias - SP)

O instituto de pesquisas Ibope levantou que o paulistano está mais motorizado, gasta uma média diária de 2h43 no trânsito, está dividido em questões como a proibição dos ônibus fretados e a implantação dos mototáxis, é contra a cobrança de pedágio urbano, mas é a favor da ampliação da marginal Tietê e do sistema de rodízio de veículos, para dois dias na semana.


PARA E ESPERA UM POUQUINHO

A avenida 23 de Maio fica parada diariamente e não precisa de véspera de feriado nem temporal
Esses são alguns dos dados divulgados nesta sexta pelo Movimento Nossa São Paulo, ONG promotora do desenvolvimento sustentável que encomendou pela terceira vez um levantamento sobre a mobilidade na maior cidade da América do Sul.

A pesquisa, motivada pelo Dia Mundial Sem Carro (22 de setembro, próxima terça) e realizada com 805 pessoas entre os dias 28 de agosto e 1º de setembro, apontou que mais paulistanos são proprietários de carro em relação ao ano passado. O número passou de 37% em 2008 para 50% do total de entrevistados em 2009.

Por outro lado, a pesquisa mostrou que cresceu também o uso de transporte público, tanto em ônibus (20% para 28%), metrô (6% para 13%) e trem (3% para 5%).

A investigação também tratou de temas polêmicos e recentes, como a opinião sobre a restrição aos fretados, a ampliação da Marginal Tietê e a liberação do serviço de mototáxi.

A população se divide quanto à proibição dos fretados - 47% dos entrevistados são a favor da medida e 51%, contrários. Quadro semelhante acontece nas opiniões sobre a liberação de mototáxi, com 50% a favor, e 48%, contrários. Quando a pergunta foi sobre a utilização desse serviço, 57% afirmaram que não optariam pelo serviço, enquanto 37% disseram que usariam.

A ampliação da marginal Tietê, com novas pistas, ganhou a aprovação de 89% dos entrevistados, mas, para 56% das pessoas, o dinheiro gasto na obra deveria ser utilizado para ampliar linhas de metrô, de trem e corredores de ônibus.

Também ganhou aprovação o aumento do rodízio para dois dias semanais, com 52% dos entrevistados a favor e 44% contra. Já o pedágio urbano só foi aprovado por 26% dos ouvidos pelo levantamento do instituto de opinião pública Ibope.

A população de São Paulo está totalmente insatisfeita com o trânsito. A nota média para a situação do tráfego na cidade, de zero a dez, foi de três. Para 47% dos entrevistados, o trânsito é considerado "péssimo". Pelas respostas da pesquisa, o paulistano desperdiça, em média, 2h43 todos os dias no trânsito.

2 comments:

Dani said...

Nossa... que preguiça do trânsito de SP!! Só de lembrar me dá arrepios! Faz tempo que não sei o que é ficar "presa" dentro do carro. Aquilo não é normal!

Um bjo

Jeanne said...

Pois é, aí falam em investir em transporte público e alguém tem a "brilhante" idéia de investir em filas do transporte público. Olha a m* que deu:
http://noticias.uol.com.br/cotidiano/2009/09/28/ult5772u5513.jhtm
bjs