Monday, December 29, 2008

Onde comemorar?!


A comilança do Natal já passou, o empurra-empurra do Boxing Day já acabou e agora fica o restinho do ano para que possamos fazer a contagem regressiva para 2009; ano este que será cheio de surpresas, muitas novidades, e todos convivendo com a corda no pescoço por que ninguém sabe o que virá logo depois...

Independente dos últimos acontecimentos eu espero que todos recebam o ano de 2009 de braços abertos!!! Nós infelizmente não temos o mar para pular 7 ondinhas, e entrar no lago eu não me arrisco, dado as baixas temperaturas. Às vezes brincamos vamos pular 7 montinhos de neve, mas com o “veranico” que tivemos esta semana, nem neve nas ruas sobrou para contar história...

Para que gosta de festa e não quer deixar a data passar em branco, os sites :


http://www.toronto.com/guide/newyearseve dão dicas de onde passar o Reveillon, e oferece festas de ponta a ponta em Toronto para todos os estilos e bolsos.

Fica ai a dica para quem está aqui e ainda não se resolveu..

Thursday, December 25, 2008

Onde o vento faz a curva

Semana passada nevou bastante por aqui. Não muito comparado com outras regiões do Canadá naquela semana, mas mesmo assim uns bons 25 centímetros, segundo o weather network.

Mas o mais legal não foi a neve em si, mas os fortes ventos. Por causa dos grandes flocos de neve, é possível ver as diferentes direções do vento, contornando os prédios, fazendo redemoinhos, subindo, etc. Parece que estamos num grande túnel de vento para teste de carros.

Claro que, por diversão lá fui eu andar ao vento. :o)

Tuesday, December 23, 2008

White Xmas


Depois de tanto esperar o White Xmas resolveu dar caras do Oiapoque ao Chuí canadense.
Desde 1971 não acontecia este fenômeno!!!

O pessoal celebra, comemora e não param de falar na TV.

A minha decepção foi que o White Xmas não é o fato de nevar na véspera de Natal e reproduzir o clima dos filmes natalinos deixando tudo branquinho.

Já é considerado White Xmas se o chão estiver branco com a neve/gelo duro de 2 semanas atrás, e é por isso que de costa a costa todos comemorarão o White Xmas este ano.

Bem, como a previsão para amanhã é mais chuva do que neve, o jeito é aceitar a definição deles para White Xmas e aproveitar a data da melhor maneira possível.

Desejamos a todos um excelente Natal.


E um ótimo White Xmas para aqueles estão aqui no Norte, por que pelo visto outro Natal “branco” igual a este só daqui a 40 anos.

Saturday, December 20, 2008

Viva Cuba

Apesar de gostarmos bastande do inverno, sabemos que ele torna ainda mais difícil enfrentar o batente, especialmente se vc depende de ônibus para se locomover. Pior ainda se ficam tirando com a sua cara. Aposto que o rapaz da foto gostaria de estar se divertindo numa ensolarada praia caribenha se pudesse. Nós também.
:o)

Friday, December 19, 2008

O poder da compra

O momento da compra acontece de uma maneira muito particular por aqui. Vou tentar listar alguns pontos que notei que são diferentes do que estou acostumada:

 1 -  As lojas não têm estoque. Sabe aquela salinha que fica no fundo da loja!? Quando vc pede tamanho M, cor preta, com manga mais curta a atendente fala, deixa-me ver se tem no estoque?!! Então, isso não existe, se vc não está vendo no display é pq não tem o que vc quer, e não adianta perguntar pq vc levar uma resposta de atravessado. O mesmo vale para eletrônicos, eletrodoméstico, ikea...

2 – Dificilmente as atendentes vão dar opinião sobre a roupa que vc está comprando, mesmo que vc peça. 

3 -  Quase todas as lojas possuem os provadores trancados e vc tem que ir atrás de alguém que trabalhe na loja para abrir a porta para vc. 

4 – A compra casada quase não existe. Lembra daquela chatice, já que vc tá levando a calça pq vc não leva uma blusinha, uma sainha, uma meinha, uma, uma, uma... Aqui cada um compra o que quer, às vezes elas falam “Isso é tudo?” vc fala que sim e passa no caixa como se nada fosse. 

5 – Eu já comentei aqui antes, mas vale falar de novo. Cada loja tem sua própria numeração, portanto se vc usa calça tamanho 2 em uma loja, existe uma grande possibilidade de vc usar 6 na outra e não é por que vc se descuidou da balança, mas sim por que não há um padrão para roupas e calçados. O que dificulta muito a nossa vida. 

6 – Praticamente não existe balcão aqui. As lojas são uma zona, tudo solto, espalhado e é um pega prá capar para achar o que vc quer (principalmente se alguém arriscar comprar na Sears, The Bay, Winners, H&M...). Cada um fuça onde quer e pega a peça que quiser. Não tem desta de ficar atrás do balcão apontando e falando "e esta?!" "e aquela!?". E as pessoas dobrando roupa uma atrás da outra toda vez que vc fala que não gostou. 

7 – Atendente? Que atendente? Dependendo de onde vc for, vc se vira sozinho, pega, paga e não fala com ninguém a não ser com o caixa. 

Nada muda, seja antes, durante ou depois do Natal, o jeito é nos acostumar... Melhor do que tudo isso é recarregar as “pilhas” para o Boxing Week que já está por chegar, e ai sim, este é o vale tudo :)

Tuesday, December 16, 2008

Breakfast

Um fato curioso. No meu trabalho, logo pela manhã, som mais característico que ouço é o abrir de latinhas. Não que todos tenham este hábito, pois acredito que a maioria passa na cafeteria para pegar um chocolate-com-água quente ou um chá-fé modelo TimHortons.

Mas se em outras empresas Dani e eu já vimos o pessoal cuidando da saúde ao tomar iorgute, frutas e cereais de café da manhã, por aqui logo bem cedinho ouve-se o 'fssss-pths' das latinhas. Light, claro.

Friday, December 12, 2008

Time de fora

Eu era feliz (e sabia). Se bem que nós nunca tivemos que enfrentar a hora do recreio no meio da neve.

Wednesday, December 10, 2008

Enchendo a bota


Não sei quem aqui na empresa resolveu que o nosso depto teria o "Santa Stuffing" este ano. A idéia é boa, o pessoal se diverte, mas como eu não conheço as regras acho que já estraguei a brincadeira. Hahahaa

Basicamente cada um de nós ganhou uma bota de papai noel, com o nosso nome escrito, super bonitinho. A bota fica pendurada no canto da mesa e todo dia alguém traz doces e coloca na mesma.

O mais engraçado é que elas estão enchendo aos poucos e ninguém mexe.. Pois bem, eu nunca soube das possíveis regras e por isso qdo eu estou com fome ou quero algum aperitivo para minha tarde eu vou lá fuçar na minha bota e ver o que eu acho de interessante.

O mais engraçado foi quando vieram me perguntar pq minha bota estava vazia, se ela era suposta estar ser cheia até o dia de Natal e ai sim comer os doces. Tarde demais!!!! Eu já comi boa parte deles e faltam ainda 15 dias para o Natal :)

O jeito agora é trazer guloseimas de casa, já que da bota eu não conseguirei pegar mais, bem pelo menos nos próximos 10 dias, já que agora estão de olho em mim.

Sunday, December 07, 2008

Início de Dezembro

Uma foto de North York, ontem a noite. Bem, 5 da tarde para falar a verdade. Me parece que a temporada de esqui vai começar mais cedo este ano, com o frio chegando de vez (neste domingo fará -9º/-21º) e os centros de esqui abrindo desde já.

Wednesday, December 03, 2008

Não parece a rua Augusta?


Yonge St., perto da loja SAM que fechou. As obras para a nova unidade da Ryerson University se misturam aos "novos" enfeites de Natal. Aliás me parecem os mesmos do ano passado. Bem, o importante é que a cidade aos poucos se enfeita.

Agora só falta a neve.

Friday, November 28, 2008

Sacolas Plásticas


Está no notíciario e ninguém pára de comentar. Metade da população é a favor outra metade é contra..

As famosas sacolinhas plásticas vão para votação a próxima semana. A idéia é praticamente banir todas as sacolinhas de supermercado até 2012 , mas como eles não querem tomar medidas radicais logo de cara, por enquanto vai para votação uma “lei” que determina que os comerciantes passem a cobrar $0.05 por toda sacola plástica fornecida pelo estabelcimento (este valor é sugerido porém pode ser revisto por cada lojista).

Claro que já sabemos, mais para frente haverá a revisão, e medidas mais drásticas tendem a aparecer.

A população se divide.. Eu confesso que já fui mto mais apegada as sacolinhas do que sou hoje, mesmo pq no Costco a sacolinha nunca existiu e nós sempre nos viramos super bem.

Alguns lojistas já adotam está prática (como Ikea e No Frills) mas na semana que vem teremos mais notícias e a confirmaçào se vamos mesmo levar esta idéia adiante.

Ah!! Entre os pontos a serem revistos e votados estão tb os polemicos copos Tim Hortons aos quais eu sou super a favor a banição não apenas para ajudar ao meio ambiente mas como tb para ajudar na limpeza da cidade (pelo menos aqui em Toronto).

Vamos ver qual será o veredicto... Faremos um update assim que sair o voto final!

UPDATE: Loblaws acaba de anunciar que começará cobrar os $0.05 nas lojas em Ontario a partir de 12 de Janeiro e em todo o Canadá a partir de Abril’2009

Thursday, November 27, 2008

Black Friday!!!

Black Friday 2007
Hoje nossos vizinhos do sul comemoram o Thanksgiving, e acompanhando esta data que é uma das mais importantes, chegando até mesmo a ser mais popular que o Natal em algumas partes dos EUA, vem a famosa Black Friday, que nada mais é o nosso Boxing Day antecipado.

Eu estou realmente curiosa para acompanhar os notíciarios de como será o “estapeamento” de compras, pois devido a crise americana a bagunça deveria acontecer em menor proporção, mas pela animação dos meus colegas de trabalho na filial dos EUA, esta deverá ser mais uma Black Friday como todas as outras.

Alguns meios de comunicação já comentaram que apesar do alto volume de vendas esperado para amanhã, o valor de cada compra tenderá a ser menor.

Isso é o que dá morar em um pais consumista. Se eu estivesse passando pelos apuros que eles estão, eu com certeza ficaria bem quietinha em casa guardando minhas moedinhas, mas pelo visto o pessoal faz bastante drama, chora na tv pq perdeu a casa e o emprego, mas na hora de gastar eles estão lá firmes e fortes, mesmo que não tenham depois do dinheiro para pagar a fatura do cartão de crédito.

E viva as diferenças!!!

Tuesday, November 25, 2008

Hora da merenda


No trabalho existem algumas salas equipadas com vídeo conferência. Nada mais do que um 'Skype' e duas tvs, mas que ajudam a fazer as reuniões com a matriz sejam eficientes.

Hoje estava eu passando por uma dessas salas e lá estavam 3 pessoas deste lado almoçando com suas marmitas, a 'assistir tv'.

Na programação da TV via-se outras 10 pessoas também de garfos de plástico, cumbucas de isopor e 'tupervales' a almoçar. Uma elegante reunião de executivos? Nada como privilegiar a produtividade ao estilo.

Cultura estranha essa… Mas não dei muita atenção, já que precisava correr ao microondas para esquentar minha lancheira antes de voltar a responder meus e-mails.

Friday, November 21, 2008

Ninguém resiste...

Não tem quem não se encante com a primeira neve do ano. Nós já tínhamos tido algumas tentativas este ano, mas foi na quarta feira que ela caiu mais pesado deixando “suas marquinhas” nos tetos das casas e nas ruas.

Eu estava no trabalho e quando alguém gritou que estava nevando. Não teve uma pessoa que ficou sentada, todos correram para a janela mais próxima e ficaram admirando os floquinhos caindo no chão.

Claro que 30 segundos depois a magia acaba pq alguém lembra que isso vai durar por meses... Mas até que isso acontecesse foi engraçado ver como até mesmo os locais se rendem a primeira neve de cada ano.

Eu particularmente gosto da neve, especialmente quando estou em um lugar quente, admirando só pela janela...

O clima de nostalgia que ela traz é mto bom, isso para mim lembra mto os filmes de Natal que passam no cinema, apesar de nunca termos passado por um verdadeiro White Xmas desde que chegamos.

Quem sabe este ano não acontece? Estamos na expectativa.

Wednesday, November 19, 2008

Maravilhas do mundo moderno

Como já comentamos, diferente do que muita gente pensa, existe sim panelas de pressão no Canada. Basta passar em qualquer loja como a Canadian Tire para ver que existem diversos tamanhos e fabricantes. Mas mais legal que a velha e boa panela, que sempre precisamos ficar de olho para ver se não vai estourar, são as panelas de pressão 'eletrônicas'.

Testada, aprovada e entrou para a lista das preferidas!!!

- Basta selecionar funcionalidade, intensidade e o timer
- Cozimento super ultra rápido rápido, comparado com as tradicionais panelas de pressão
- Aquela vazão de vapor pelo pino não existe e portanto não dá nem para perceber que a panela está ligada,
- Além de ser panela de pressão a mesma funciona para sauté, grelhados, e mantem a comida quente até o momento de servir!!! É só escolher no menu e aproveitar.

Tuesday, November 18, 2008

Friozinho, não?

Uma das coisas que gosto do inverno é a sensação de aventura. Para ir na farmácia ou dar um pulinho ao shopping é preciso planejamento (casacos, bota de neve, celular, kit de sobrevivência no porta-malas). Claro que estou exagerando um pouco, mas há dias em que o frio e uns poucos centímetros de neve faz com que qualquer um pense duas vezes antes de colocar o pé para fora de casa.
Quem imaginaria, por exemplo, que o caminho até a na academia seria divertido? E aqui vale um parênteses. Pessoas diferentes tem preguiças diferentes. Enquanto a Dani tem preguiça de fazer ginástica no frio (como a maioria das pessoas), eu tenho preguiça só em pensar que preciso levar roupas de inverno e de ginástica e ficar trocando. Acho mais fácil 'prender a respiração' e andar rapidinho os dois quarteirões no frio mesmo.

Essa semana lá fomos nós fazer exercícios. Na volta fomos pegos de surpresa, pois estava nevando muito, com flocos bem gordos e todo mundo encapotado. Bem todos menos eu, que por com preguiça estava de bermudas.

E pensar que o inverno nem começou...

Saturday, November 15, 2008

Cupcakes


Cupcake é uma das coisas mais sem graças que já provei. Confesso que são lindinhos, enfeitam que é uma maravilha, mas na hora de comer deixam mto a desejar.

Basicamente o cup cake é massa de pão-de-ló com muito chantilly, miçangas, granulados e todos os outros “fru frus” disponíveis nas lojas decoração de bolos.

A porção é para uma única pessoa, e o bolinho é oferecido em festas de crianças, casamentos, chá de bebê/panela ou qualquer evento que tenham várias pessoas e substitui o nosso famoso brigadeiro, beijinho e olho de sogra.

Ah! Antes que deixem algum comentário aqui, cupcake não é muffin nem na aparência nem no sabor (não que eu seja expert, pq nenhum dos dois passam no meu controle de qualidade).

Mas voltando ao cupcake, eu admiro as pessoas que se dedicam à confecção dos bolinhos uma vez que eu os vejo mais como artesanato do que produto alimentício.

Há decorações de deixar qualquer pessoa de queijo caído, dependendo de quem faz o design o preço tb é de deixar qualquer um de boca aberta e no final se o objetivo é deixar a mesa bonita, a decoração é garantida.

Friday, November 14, 2008

Curling

Essa semana tive a experiência de jogar Curling. Para mim não passava de um jogo de boliche no gelo, com um pessoal de apoio que ficava fazendo onda com umas vassourinhas. Acabou que por um evento da empresa lá fui eu experimentar o jogo. E até que não é tão mal assim.

Para se jogar bem, é necessário que todos na equipe ajudem. Não somente é preciso acertar o alvo, mas também jogar as peças dos adversários para longe.

Não se tornou meu jogo preferido, e é um daqueles esportes que jogar é melhor do que ver as partidas, mas ao menos agora posso entender por que o pessoal daqui tanto se diverte.

http://en.wikipedia.org/wiki/Curling

Tuesday, November 04, 2008

Top 5 em cortesia...

As duas únicas cidades que já moramos estão no "top 5" como as cidades de maior nível de cortesia comparado a outras 35 cidades!!! Veja abaixo a notinha de hoje no site da uol.
A cidade de São Paulo conquistou o quarto lugar na lista das cidades com maior nível de cortesia do mundo, segundo pesquisa realizada pela revista Reader's Digest. Na edição anterior do trabalho, a cidade ficou em quinto lugar.
O teste foi realizado em 35 cidades pelo mundo por repórteres que não se identificavam. Os mesmos três testes foram realizados em todos os locais:
- entrar atrás de alguém em um edifício (para saber se a pessoa da frente seguraria a porta)
- fazer uma compra de pequeno valor (e descobrir se o vendedor agradeceria)
- deixar uma série de papéis caírem em algum ponto movimentado (na esperança de que alguém ajudasse a recolhê-los).
Cada um desses testes foi feito 20 vezes para que se chegasse ao resultado.
São Paulo ficou atrás apenas de Nova York (Estados Unidos), Zurique (Suíça) e Toronto (Canadá). Em último lugar ficou Mumbai, na Índia, seguida de vários destinos da Ásia. Oito das nove cidades testadas do Oriente se classificaram nos últimos 11 lugares

Friday, October 31, 2008

Nabuur


O site do Nabuur chegou por acaso as minhas mãos e nada mais é que uma network onde seu voluntariado é online, portando a desculpa de que não tem tempo para sair de casa e ajudar os outros não vai funcionar aqui.

Basicamente eles buscam pessoas que queiram ajudar online com opiniões, sugestões, consultoria para projetos de educação, saúde, mulher/família, meio ambiente (e mtos outros) na Ásia, África e América Latina.

No site http://www.nabuur.com/ vcs conseguem mais detalhes e podem ver de perto os projetos em andamento e escolher em qual quer participar.

Espero que vcs tb possam acha um projeto para se dedicar e ajudar aos que precisam. Não há comprometimento em longo prazo e na maioria dos casos o que eles buscam é uma idéia criativa e tangível (considerada as condições de necessidade das regiões), ajuda em organização de eventos, ou mesmo algum pitaco em algum assunto que vc é expert e vai fazer toda a diferença para o pessoal.

Thursday, October 30, 2008

Entendendo a previsão do tempo


Já que não tem como fingir que não estamos vendo as temperaturas baixarem semama após semana (e a tempestade de neve inesperada no norte do GTA e os 15cm de neve em Ottawa ontem a noite), a revista Canada Living deste mês traz uma explicação que eu estava bucando há tempos.

Nós aprendemos o significado de cada um destes fenômenos no dia a dia, mas agora vem a explicação técnica para quem ainda não consegue acompanhar e entender a previsão do tempo durante o inverno.

Squamish: Camada de ar frio que chega do Oceano Pacifico e atinge os "gaps" entre as montanhas de B.C. gerando baixas temperaturas inesperadas, fortes tempestades de neve e gelo nas regiões da costa.

Blizzard: Ventos Fortes + Neve = Redução de visibilidade. Alertas são enviados com 12-14hs de antecedencia, e este fenomeno causa redução de visibilidade para menos de 1km (por pelo menos 4hs consecutivas)

Blowing Snow: Visibilidade para menos de 1km, porém não tão intenso como Blizzard

Chinook: Ventos que aumentam a temperatura drasticamente em poucas horas (podendo ocasionar enchentes devido o descongelamento rápido da neve)

Flash Freeze: Acontece qdo a temperatura baixa rapidamente e a área molhada congela, criando aquela placa de gelo escorregadia.

Freezing Drizzle: Drizzle nada mais é do que chovisco, portanto isso é um chovisco congelante. São gotículas de água (chuva) que em contato com temperaturas próximas ou abaixo de 0 congelam antes de atingir o chão.

Freezing Rain: Chuva que congela em contato com chão formando placa de gelo escorregadia.

Snow Squalls: Tempestades de neve. Camada de ar frio que atravessa pelas águas quentes do lago gerando pelo menos 15cm de neve nas próximas 12hs

Snowfall: Alertas são enviados de 12-24hs de atecedencia e acontece quando um determinado volume de neve é esperado para as próximas conscutivas 24hs.

Windchill: Este todo mundo conhece e é a famosa sensaçãso térmica.. Esta é a informaçào que deve ser levada em conta qdo for se vestir pela manhã para sair na rua especialmente nos meses de Janeiro e Fevereiro.

Winter Storm: São consecutivas tempestades com alto volume de neve, baixa visibilidade, rajadas de vento e freezing rain (tudo ao mesmo tempo!).

Tuesday, October 28, 2008

Dragas

Neste último domingo, Dani resolveu fazer uma feijoada.

Durante estes dois anos, tentamos diversas vezes simular a culinária brasileira. Em geral procuramos produtos originais ou dicas de brasileiros sobre similares que são ‘quase a mesma coisa’, mas poucas vezes tivemos sucesso.

Nosso maior desastre/decepção foi a indicação que recebemos para fazer pastel de feira com massa de won ton (usada para fazer sopas orientais) e que passou bem longe do que queríamos (seja em sabor, consistência ou preparo). Ou o pote pronto de strogonoff que só depois aprendemos que aquilo não é estrogonoff e sim um tipo de molho para macarrão com sabor muito diferente do que imaginávamos.

Mas para nossa alegria, o feijão preto, paio, carne seca, costelinha, farofa, couve e mandioca frita... ficaram ótimos. O problema foi conter os dois dragas aqui em casa. As porções pareciam até mesmo aqueles ‘PF’s de tão grande.

Para evitar um aumento lateral da população local (Dani e eu) achamos melhor congelar parte da feijoada, mas pelo tamanho da gula, estou achando que os pratos não vão durar muito no freezer.

Dada a culinária local, é possível entender que fazia tempo que não comíamos com tanto gosto (que cá entre nós, os 'Rio 40º' e similares ficam muito a desejar no quesito "comida brasileira"). Bem, graças aos esforços da Dani, aos poucos vamos nos achando por aqui.

Sunday, October 26, 2008

Eu só quero o melhor...

A minha relação de amor e ódio ao TTC existe desde quando chegamos.

Eu gosto do sistema pq ele atende o básico que preciso e me deixa na porta do trabalho todos os dias, mas por outro lado este empurra-empurra, sujeira nos vagões, paradas sem explicações todos os dias de manhã, e homem empurrando mulher por que quer sentar primeiro me tira do sério.

Como a minha lista de sugestões e reclamações não é pequena eu fui atrás e descobri onde reclamar ou sugerir melhorias ao sistema de transporte.

Não sei ainda o quanto eles levam isso a sério, mas este é o link:
https://www3.ttc.ca/feedback/serviceComplaintSuggestion.action

Minhas sugestões/reclamações por enquanto são:
- Melhor comunicação e propaganda de conscientização para uso dos assentos preferenciais, e se possível aumentar a quantidade disponível em cada vagão.
- Limpeza do TTC (de preferência proibir o maldito copo Tim Hortons e os restos de metronews dentro dos vagões)
- Mais lixeiras disponíveis (e de preferência sem estar explodindo de tanto lixo)
- Informar nas TVs das estações, tempo de espera para próximo metrô (já tem em algumas, pq não coloca em todas?)
- Conscientização dos usuários para não se esmagar, correr ou empurrar. O próximo trem chega em 2/3 minutos e não tem o pq correr depois que a porta já começou a fechar.

É isso ai. Se vc tiver mais alguma coisa a dizer a eles, entre no link acima e mande seu recado tb. Na verdade não acredito que isso vá melhorar o que temos hoje, mas se não tentarmos não temos como saber.

Thursday, October 23, 2008

Alergias

Percebemos durante a programação da tv que as pessoas aqui tem uma atenção excessiva às alergias. Seja durante o inverno ou verão sempre haverá algum aviso ou algum comercial que te atente aos agentes que desencadeiam a sua alergia e como tratá-los.

A mais famosa de todas por estes lados é a alergia a “nuts” (amendoim, castanhas, amêndoas...). Apesar do assunto ser sério eu acho bem curioso por que no Brasil quem é que nunca comeu paçoquinha, pé de moleque, pavê de amendoim ou sonho de valsa até não agüentar mais!??! E por nenhum instante constatamos este cuidado exagerado em não ingerir tais ingredientes.

Por outro lado toda embalagem no Brasil notifica qdo contém Glúten (que é outro caso grave de alergia) e que aqui no Canadá ninguém dá a mínima e isso quase que não vem declarado nas embalagens.

Há alergia de todos os tipos, remédios que não acabam mais, comerciais na tv e políticas internas de empresas que proíbem o uso de perfume por exemplo, e na minha opinião esta é a válvula de escape para os hipocondríacos já que o sistema de saúde não te dá espaço para inventar doenças.

Curiosamente desde que chegamos não desenvolvemos nenhuma alergia e nem utilizamos nenhum medicamento, portanto não podemos dar o nosso parecer do quanto são eficazes.

Enquanto isso cá ficamos nós ouvindo histórias e mais histórias de pessoas que se salvaram do ataque do amendoim.

Tuesday, October 21, 2008

Saudade da Nevinha?


Pois bem, esta noite ela já deu as caras em Newmarket e promete voltar para mais uma visita esta semana.

Nós em Toronto não temos nenhuma previsão de neve por enquanto, porém a temperatura atual não é nada animadora (4ºC, sensação de -2ºC) e para ajudar durante a madrugada a previsão é de sensaçào térmica de -7ºC.

Agora não tem mais volta, o jeito é empacotar o pouco que sobrou do verão e tirar do locker e das malas os acessórios básicos de sobrevivência mais conhecidos como luvas, toucas, e relembrar como que é tocar a vida com as famosas "layers".
Atualização: Foi só escrevermos este post e sairmos para a rua para ver a neve caindo aqui em Toronto... :o)

Friday, October 10, 2008

100 coisas

Fim de semana passado estávamos nós aproveitando o dia, quando conhecemos uma moça. Uma senhora, na verdade. Toda esportista, com aqueles cintos de corredor de maratona para carregar água e energéticos, veio nos contar que estava tirando da lista mais uma das coisas que queria fazer antes de morrer.

E não que parecesse que seria logo. Ela e o marido estavam em boa forma. A idéia, parece, é começar cedo e ter tempo de fazer 100 coisas de uma lista. Ela participava de um clube de mergulho, corria todos os dias pela manhã, foi conhecer como é voar de planadores, trocou a profissão para ser ‘fitness instructor, e por aí vai.

A idéia parece interessante. Vamos fazer uma também, onde incluiríamos talvez para-quedismo, espeleologia e, claro, comer ‘Pizza de verdade’. hehehe

Quem sabe não começamos com um passeio na Europa?

Wednesday, October 08, 2008

Dia da "Pizza"

Não sei se já comentamos aqui antes, mas durante o outono o TTC faz uma campanha de venda de Pizza Pizza nas estações do metrô e todo o $ é direcionado a United Way (organização que centraliza campanhas de caridade no Canadá).

Os funcionários do TTC montam as mesas em determinados locais e vendem os pedaços de pizzas a 1 dólar nas principais estações do metrô (tem inclusive o famoso “for here – to go”). O tumulto acontece o dia todo, mas é na hora do rush, após o trabalho, que o movimento se intensifica e o pessoal se organiza em filas para garantir o jantar.

Na verdade eu só estou fazendo o post, pq hj foi mais um destes dias e assim que vc pisa na estação do metro vc lembra que é o dia da "pizza". O cheiro da pizza-pão está em todo lugar e as pessoas gritando “Pizza, Pizza” (como se fosse feira livre) faz com que a experiência seja “inesquecível”.

A bagunça toda acontece por uma boa causa, o sucesso é tamanho e o evento acontece todas as quartas feiras de 11 de setembro a 06 de novembro.

Monday, October 06, 2008

Sleeping Chinese

E quando eu acho que já vi blog de tudo, eis que aparece mais um para superar as expectativas

http://www.sleepingchinese.com/

Wednesday, October 01, 2008

Compras on line


Quando é que as compras online se tornarão uma coisa popular por estes lados??
Eu sempre gostei desta comodidade de comprar coisas pela internet e dias depois receber o pacote em casa, mas ultimamente esta tem sido uma das práticas que menos exercito por estes lados.

Como a esperança é a última que morre, eu continuo fazendo minhas pesquisas, listo o que quero/preciso, mas quando vejo o valor do frete eu desisto da compra, pq é simplesmente fora de propósito.

Na maioria dos casos a compra online oferece produtos mais baratos do que os que são vendidos nas lojas, principalmente se vc checa qualquer site dos EUA que entrega no Canadá, mas com o detalhe que os fretes chegam a custar 40/50% do preço original do produto, e com todo este investimento de “Shipping & Handling” o jeito mesmo é levantar e buscar pessoalmente.

Alguns exemplos que constatei recentemente:
- Livro vendido por $11, frete de $18
- Urso de Pelucia por $40, frete de $19.99
- Cosmético por $5, frete de $14.50

Para que a situação não fique das piores, em alguns casos o preço é fixo e o que compensa neste caso é a compra em quantidade, o que nem sempre acontece.

Continuarei minha saga, e quem sabe um dia as pessoas deste lado percam o medo de comprar online, aumentem o fluxo de compras/mercado e com isso os preços fiquem um pouco melhor.

Friday, September 26, 2008

Andando a gente chega lá..

*Yonge X Bloor ontem a tarde após a parada do metrô

Cabos do metrô se romperam no final da tarde de ontem e era o que a cidade precisava para dar uma agitada na rotina das pessoas. Era hora do rush, depois de muita confusão a estação Bloor X Yonge (equivalente a estação da Sé) foi fechada as 17:30 para desespero de muita gente.

Por sorte eu ainda estava no escritório quando o Rafa me ligou dizendo que o metrô estava com problemas e que estava na porta do prédio onde eu trabalho para que fizéssemos alguma coisa na região ao invés de nos estapearmos com as pessoas e tentarmos voltar para casa.

Percebemos que o problema não era tão simples, que demoraria mais do que uma sessão de cinema e que o jeito era tentar voltar andando para casa.

A caminhada de 7km foi boa, o tempo estava agradável, viemos conversando e eu vendo vitrines.

Coisas que me chamaram a atenção durante a confusão toda:
1- A comunicação do TTC às pessoas foi horrível, ninguém sabia o que tinha acontecido, quanto tempo demoraria para voltar ao funcionamento normal e conforme o esperado os shutters (mini onibus) demoraram a aparecer.
2- Na metade do caminho, percebemos que pessoas que tinha van, abriam as portas do carro e gritavam “Vamos até estação XXX, temos 2 vagas, quem quiser pode entrar”. Detalhe: não era lotação e eles não estavam cobrando nada por isso, era um favor já que todos estavam a pé.
3- Os meios de comunicação demoraram horas para notificar o problema e em alguns jornais online o assunto nem foi mencionado (!!!)
4- É muito comum as pessoas “racharem” o taxi. Vários desconhecidos entram no carro, e vão até um ponto comum. Vimos algumas pessoas saindo do taxi e outras entrando para substituir a que saiu, enquanto outras ficavam dentro do carro.

Enfim, a bagunça foi generealizada para uma cidade que pouco acontece. É nestas horas que eu me preocupo e percebo o quanto o pessoal está despreparado para algo mais sério. A cidade é relativamente pequena, baixa população e mesmo assim eles conseguem fazer de uma parada de metro uma sitação caótica quase que fora de controle (datalhe: linhas rosa e verde do metro funcionando normalmente). Imagina se algo mais sério acontecesse por estes lados?! Prefiro nem pensar ou estar bem longe se este dia chegar.

Pontos positivos: fizemos exercicio, aproveitamos para andar em áreas que normalmente só passamos de carro ou metrô, agradecemos por morar perto de uma estação metrô e que apesar da longa caminhada chegamos relativamente fácil (sem depender de onibus lotado ou go transit).

Monday, September 22, 2008

Foi dada a largada


O outono chegou oficialmente as 11:44 desta manhã. O fall report já está disponivel no weather network, mas por enquanto em Toronto as árvores pouco mostram a sua diversidade de cores. O jeito é acompanhar o site e encontrar o melhor dia para fotografar a cidade.
Já para o leste do GTA (Guelph) faz semanas que estamos acompanhando esta mudança e a paisagem não deixa nada a desejar.

Thursday, September 18, 2008

Matutando

Nesta semana o verão acaba oficialmente e nós aqui em Toronto já percebemos que a porta do forno foi fechada e a brisa fresca já dá as caras quando saimos para trabalhar.

Como todos sabem a tendência agora é que a quantidade de eventos diminua e nossas atividades outdoor sejam substituidas por cinema ou restaurante, mas como não só de passeios/diversão vivem as pessoas por aqui, agora tb é a época que as reformas voltam a todo vapor e as pessoas (que voltaram das férias) resolvem dar um jeitinho na casa..

Nós não saimos de férias, mas já começou aquela coceirinha de que quero arrumar algumas coisas no apto, mesmo por que o friozinho vai chegar e eu quero ter um lugar bem aconhegante para ficar.

Na temporada do ano passado, nós nos arriscamos na pintura. Preciso confessar que foi puxado, mas o resultado final foi aprovado, mesmo pq com o controle de qualidade aqui, enquanto não ficasse bom o trabalho não iria acabar.

Temos outras áreas do apto que precisam de um “toque” especial ou comprar móveis, mas não sei por que minhas pesquisas continuam com foco na parede (que já está pronta). Seja como for, eu achei que os “wall decals” poderiam dar um efeito diferente, mesmo que temporariamente.

Este é o site que achei mais opções e agora estou com planos de ir a loja para conhece-los pessoalmente.

Tuesday, September 16, 2008

De olhos fechados...

Continuando a série, segue abaixo a lista de alguns itens que são exatamente como tinhamos idealizado...

1. A comida é ruim: Na empresa que eu trabalhava no Brasil, o Canadá era o pais que tinha a fama de ter o restaurante da empresa com a pior comida já provada pela equipe. Por um lado eu achava que era exagero, mas por outro eu já vim preparada e sabendo do que vinha pela frente, mas confesso que às vezes eles conseguem superar expectativas e fazer sempre algo pior.

2. Eletronicos acessíveis: Sim, esta é a tentação de qualquer pessoa que é fã de um gadget. Ainda não estamos com os mesmos preços do vizinho do Sul, mas é tentador e já chegamos sabendo disso.

3. Sistema de saúde: Não temos o que reclamar do sistema de saúde, apesar dele ser lerdinho de vez enquanto, porém como que é tudo gratuito chegamos sem esperar mto. Está funcionando até o momento para o que precisamos.

4. Custo de ter/manter carro: Tal e qual foi dito. Pesquisar é o melhor a fazer, o preço do carro é tentador e o seguro o vilão de toda a história.

5. O sistema de transporte funciona: Funciona e atende ao que precisamos, desde que não tenha que usar o ônibus ou street car no dia de neve

6. A diversidade cultura: A cidade é estimulada por 50% de habitantes não nascidos no Canadá. Nos traz alegrias, supresas e grandes desafios

7. A experiência seria inesquecível: Entre altos e baixos, arrastando móveis Ikea no meio da rua ou aproveitando o melhor das estações a experiência está aprovada. Já sabíamos que seria assim e só comprovamos o que já tinhamos idealizado.

Saturday, September 13, 2008

De olhos abertos...

Como todos que esperam pelo processo de imigração, nós pesquisamos muito sobre o Canada e tudo o que viria pela frente. Depois de morar aqui há pouco mais de 2 anos podemos dizer que comprovamos algumas coisas e desmistificamos mtas outras. Hoje vamos falar da lista de coisas as quais líamos na época e que hoje (para nós) foi comprovado que é não é tão verdade assim.

1. É falta de educação perguntar de que pais de origem é a pessoa: Esta é a coisa que mais respondemos em qualquer lugar que vamos, mesmo pq como a quantidade de brasileiros é menor comparados a outras nacionalidades, o pessoal fica bem em dúvida de onde é o nosso “sotaque”. Seja no trabalho, no clube, no comércio, as pessoas perguntam sim, todos querem saber de onde vc vem e quais os motivos que te trouxeram para cá.

2. Sem experiência canadense não se arruma emprego: Conhecemos muitas pessoas que conseguiram emprego em 3 meses, em cargos semelhantes a que tinham no Brasil e outros que inclusive trocaram de área e tiveram novas oportunidades. O fato de não ter experiência canadense não fecha as portas e nem os desqualificam para as vagas, porém vale lembrar que dificilmente vc conseguirá um primeiro emprego para gerenciar pessoas, nada que não chegue com o tempo. Para os engenheiros, médicos, e advogados a situação fica um pouco mais apertada e exige maior dedicação, mas para as outras áreas a conquista do primeiro emprego depende mto mais de vc do que qualquer rotulo de falta de experiencia local.

3. Manicure/Depilação é mto caro: Meia verdade. Dependendo do lugar sim é caro, como em qualquer lugar no mundo há preços para todos os bolsos!!! Boa parte das manicures aqui cobra o mesmo preço que o pessoal está cobrando na zona sul de SP hoje. Com a única diferença de a QUALIDADE do serviço fica bem a desejar e por isso dá desanimo de pagar por algo que não vai ficar bem feito.

4. Panela de pressão: Aqui tem!!!!!!! Não precisa trazer na mala. Pelo amor de Deus, conhecemos meio mundo que trouxe panela de pressão na mala pq falaram que isso não existia no Canada. Tem sim!

5. No Canadá só faz frio: Faz frio, mas o pessoal gosta tanto de reclamar das temperaturas que esquecem de avisar de que com a roupa apropriada ninguém precisa ficar hibernando em casa no inverno. Ah, o que tb nunca falam é que tb temos verão de verdade e para algumas pessoas é mais quente do que deveria, são 3 meses que as temperaturas ficam entre 22-40C (com alta humidade).

6. As pessoas são educadas: Depende!! Este é um tópico delicado. As pessoas no geral são educadas, gentis e se ajudam entre si (principalmente se vc está no meio da rua com o mapa aberto tentando se achar na cidade), porém devido à diferença cultural entre algumas localidades no mapa mundi o “cada um por sí” tb vale e qdo vc menos espera é atropelado por alguém que é sem noçào. A guerra de quem senta no metro me tira do sério. E o fato das pessoas não darem os lugares nos onibus e metro a gestantes e idosos tb me decepcionaram muito. Sem contar o lixo espalhado pela cidade.

Na verdade a lista é maior do que isso, mas precisamos acabar o post... No próximo quem sabe falaremos dos items que na vida real eles foram exatamente o que idealizamos...

Tuesday, September 09, 2008

E quando a cidade que vc conheceu não é mais a mesma?



As construções, reformas e demolições em Toronto não dão trégua, a cada semana a cidade se transforma e alguns “pontos turísticos” tendem a ter novas caras.

A bagunça agora está centralizada na Yonge X Bloor, principal cruzamento do centro da cidade. Um dos quarteirões mais valorizados da cidade foi demolido e no local será construído um complexo de luxo, com apartamento, comércio, hotel e mais algumas coisas.

Eu sinceramente sou a favor desta mudança, por que o comercio que tinha ali quando chegamos era bem caidinho e mal conservado para uma área tão movimentada como esta.

A região está caótica, e as avenidas que antes ficam entupidas de carros e trânsito com as suas 2 ou 3 faixas, agora se espremem em faixa única e policiais controlam o trânsito e tentam fazer as regras da melhor maneira possível.

Estamos na expectativa para o resultado final. Acho que este empreendimento vai dar uma levantada na região, mas até que isso aconteça, mtas buzinas vão rolar, e mto stress as pessoas haverão de passar.

Sunday, September 07, 2008

Toronto Air Show 2008

Como todos os anos, batemos o cartão neste evento e mais uma vez a apresentação foi sensacional!!!! Uma excelente maneira de encerrar o verão...

Wednesday, September 03, 2008

Piu...


Ontem a noite estávamos voltando da academia quando encontramos um passarinho mto pequeno, parado em meio à bagunça do entra e sai na frente do Tim Hortons. Ficamos com dó e na mesma hora decidimos que seria melhor tirarmos ele dali antes que alguma tragédia acontecesse.

O coitadinho era tão pequeno e pouco se mexia que estávamos desconfiados de que ele era um filhote que havia caído do ninho, mas enfim, colocamos ele em uma área um pouco mais segura e fomos para casa...

Ao chegarmos em casa, só ficávamos pensando se algo acontecesse ao coitado lá embaixo, e depois de uma “reunião” resolvemos que seria melhor traze-lo para cima..

Enquanto o Rafa foi buscar o passarinho, eu arrumei tudo para a chegada do novo integrante.. Casa, comida e roupa lavada!!!

A hospedagem foi curta, ele deve ter ficado conosco por aprox. uns 20 min. Acho que foi tempo suficiente para ele descansar, se acalmar (da bagunça da rua) e voar pela sacada abaixo

Esperamos que ele esteja bem, e eu que achei que tínhamos ganhado um bichinho de estimação pelo menos até que ele ficasse adulto, mas pela maneira que ele saiu sacada abaixo, com certeza ele sabe voar e mas não sabia bem o que estava fazendo.

Bem, o final da história não era o que eu esperava, mas pelo menos fico com a consciência tranqüila de que ajudamos o bichinho como pudemos e que fizemos o melhor para que ele ficasse bem acomodado aqui em casa, pena que durou tão pouco...

Thursday, August 28, 2008

Fim de mais uma, entre muitas..


Assim como a Varig, a Zoom Flight acaba de anunciar nesta tarde que fecha suas portas e termina suas operações, deixando centenas de passageiros a ver navios.

A empresa canadense com sede em Ottawa era conhecida pelas rotas Canadá/Europa a preço de banana (semelhante a política da Gol).

Nós nunca usamos esta empresa, mas por muitas vezes chegamos a ver promoções relampagos difíceis de acreditar, pessoas elogiando o custo/benefício e a exclusividade que eles tinham em algumas cidades para vôos diretos.

A novela começa agora para quem já estava com férias agendada, com mala pronta, e de repente não tem como embarcar (além dos mais de 600 funcionários demitidos). A empresa promete reembolso para quem comprou com cartão de crédito, mas independente da volta do $$ o que o pessoal está questionamento mesmo é o valor absurdo que terão que desembolsar para comprar uma passagem de última hora nas empresas concorrentes...

Entre as opções ainda restam, a Air Transat continua oferecendo passagens para a Europa custando1/3 do preço da Air Canada. Mas sabe-se lá por quanto mais tempo a empresa vai resistir a crise do petróleo sem reajustar suas tarifas ou quebrar como tantas que já vimos mundo afora.

O jeito é sentar e aguardar pelas cenas dos próximos capítulos..

Singin' in the rain, in the snow, everywhere...

Eu queria entender como boa parte das pessoas conseguem andar para todos os cantos com os seus mp3 pendurados no ouvido no último volume e poucos são os que cantam e raríssimos são os que dançam. Preciso confessar que eu faço os dois se tiver uma musiquinha tocando em qualquer lugar (mais dançando do que cantando), seja na rua, no supermercado, na farmácia, ou até mesmo no meio do escritório.. É só o Rafa se descuidar e lá estou eu me chacoalhando de um lado para o outro.

No escritório eu tenho 2 vizinhas de “mesa”, sendo que uma ouve Shanya Twain (o detalhe é que são apenas 2 músicas que vão e voltam o dia inteiro/todos os dias), e a outra é uma desafinada que acha que é contralto e qdo eu menos espero lá está ela do meu lado gritando “lá lá lá, lá lá lá, lá lá lá”. Juro que eu quero mandar ela para os quintos, mas infelizmente não posso, a politica da boa vizinhança ainda prevalece (não sei por quanto tempo).

Mas enfim, para não entrar em atrito com ninguém esta semana, eu resolvi ouvir a minha música e o problema foi que eu não consigo ouvir as músicas sem dançar na minha mesa, e é claro que ninguém fazia isso desde então. Passa uma vez, passa a segunda, na terceira vez a pessoa não resiste e para para conversar e dizer que acha interessante eu trabalhar e dançar ao mesmo tempo, querem saber o que toca de tão animado e se a música é brasileira.

Eu tento levar na esportiva já que eu danço no meu canto e quem me conhece sabe que as músicas que gosto não necessariamente são animadas, mas cá entre nós são boas o suficientes para me distrair durante o dia e de quebra ajuda a aumentar minha network.

De qualquer maneira aceito sugestões de como sumir com a Shanya Twain e a contralto.

Tuesday, August 26, 2008

Pamonhas


Hoje vi no jornal que a prefeitura de São Paulo está proibindo a venda de alimentos em carros pelas ruas da cidade. Nesta categoria encontra-se a famigerada Pamonha de Piracicaba. Nada contra pamonha, muito menos contra Piracicaba, mas eu sempre odiei quando uma brasília ou Fiat147 estacionava na porta de casa e ficava anunciando os produtos com o megafone no último volume, por mais de meia hora.

Isso me faz lembrar também a reportagem sobre as condições em que eles produziam e estocavam a mercadoria. Acreditem, não era feito em uma saudável fazenda do interior do estado.

Por aqui, ano passado havia uma conversa sobre alterar a licença de venda de cachorros-quentes. O objetivo era permitir que outras culinárias pudessem ter seu espaço. Comida tailandesa, tacos mexicanos, acarajé e pastel, por exemplo. Se eles conseguirem manter os ponto de venda organizados, com produtos de qualidade e limpos, somos a favor.

Sunday, August 24, 2008

E a festa?

Fim das Olimpíadas. E não podemos deixar de comparar com o outro grande evento esportivo que vimos em Toronto: A Copa do Mundo de 2006.

Tínhamos acabado de chegar na cidade em 2006 quando a Copa começou. A princípio eu estava com o coração apertado, mesmo por que seria minha primeira copa do mundo longe de casa, e não queríamos estar distante do clima de torcida e festa. Para nossa alegria, a experiência foi mto divertida e totalmente diferente, pois não só torcemos do modo como faríamos no Brasil como tb saimos na rua e participamos das festas de torcedores de outros países, que gritavam e batucavam na rua.

Um certo dia de jogo, chegamos a entrar na numa loja de eletrônicos e nos deparamos com um grupo enorme de torcedores dos dois times. Cada um xingava o juiz num idioma diferente. Em geral, além da festa, foi legal ver que as pessoas iam se unindo a novos grupos/paises assim que o seu time era desclassificado.

Agora com as Olimpiadas as coisas aos nossos olhos parecem bem diferentes. Praticamente não há celebração, a bagunça na rua não existe, e nem bandeirinhas nos carros se vê por aqui. Foi uma pena, esperávamos que a cidade ficasse em clima de festa novamente, mas pelo visto cada um acompanhou o evento quietinho dentro de casa.

O jeito será esperar mais 2 anos quando os jogos de inverno em Vancouver e a Copa 2010 derem as caras por aqui.

Friday, August 22, 2008

Mas já?!



O que é isso? Ilusão de óptica?
Desacreditamos quando encontramos diversas árvores nestas condições hoje durante a nossa ida a Rockton. Sabemos que estão prematuras, mas não só as árvores, mas tb as temperaturas mais fresquinhas de manhã cedo indicam a chegada de mais uma nova estação..
E logo logo lá vamos nós trocar as roupas do ármario tudo de novo!

Monday, August 18, 2008

Viagem de prospecção..


Sabemos que diversas pessoas realizam a viagem de prospecção antes de aplicar para o visto ou mesmo enquanto o processo está em andamento.

Nós viemos diretamente de SP a Toronto sem nunca antes ter pisado em terras canadenses e acho que foi o melhor que fizemos, mesmo pq não criamos mais ou menos expectativas baseadas em uma visita prévia.

O que eu acho interessante é que as viagens de prospecção não costumam ser longas e sinceramente em 1 semana ou 10 dias é praticamente impossível definir alguma coisa e julgar a cidade a não ser pelo quesito visual.

Vir, passear, andar e conversar com os locais é legal, divertido, mas não deveria fazer com que vc decida ou não pela cidade. O dia a dia é mto mais do que tudo isso e nada melhor do que uns bons 2/3 meses para te dar a sensação de como é morar por aqui, pagar conta, fazer compra de supermercado prá valer, andar na chuva, com frio ou mto calor, ouvir noticias no jornal, dar tempo de sentir saudades de casa e principalmente ver quais são as verdadeiras oportunidades de trabalho.

O investimento é razoável por estes 10 dias e por isso às vezes me questiono o por que as pessoas não colocam este extra nas reservas e trazem mais $$ para cá na hora da mudança final, mesmo por que nem tudo vai custar como foi planejado e um extra sempre cai bem, e além do mais o processo já está correndo mesmo, mais cedo ou mais tarde a mudança vai chegar!

Bem, isso varia de pessoa para pessoa, nós não viemos e acho que foi o melhor que fizemos mesmo pq ficou aquele gostinho de suspense e surpresa de onde seria a nossa nova casa e o que mais de novo viria pela frente...

Friday, August 15, 2008

Enquanto isso no centro cirúrgico...


Nós dificilmente fazemos alguma referência a outros Blogs por aqui, mas resolvi compartilhar com vcs os últimos acontecimentos em uma ala cirúrgica de um hospital em Vancouver e os apuros que a Flávia está passando... Dêem uma visitada nos links abaixo e depois não venham me falar que somos chatos e que estamos exigindo mto da higiene local.

Como tudo começou..
http://flaviamandic.blogspot.com/2008/08/antes-fosse-visitante-mas-morador.html

O desenrolar da história...
http://flaviamandic.blogspot.com/2008/08/notcias-de-george.html

Update (3 semanas depois!!!):
http://flaviamandic.blogspot.com/2008/08/priso-de-george.html

E eu que achava que desfilar com os uniformes do hospital nos ônibus e metrôs eram coisas absurdas!!!

Tuesday, August 12, 2008

A esperança é a última que morre..

Não, ainda não achamos pizza de verdade nesta terra!!!!

Mas vamos ao post de verdade... No começo eu fazia pesquisa na internet para achar um salão de beleza decente, olhava os mais recomendados, os comentados e todos estes bla bla blas, os resultados iam de mal a pior (na minha opinião), e de uns tempos para cá eu simplesmente mudei minha técnica, eu ando na rua, olho a portinha, entro, faço minha análise (higiene, atendimento, preço) e decido se ficou ou se vou embora..

Semana passada lá estava eu andando sem rumo procurando uma nova portinha para fazer minhas sobrancelhas.. Claro que sem informação alguma eu entrei na que achei mais simpática.. O lugar não era dos melhores, mas o que eu tinha a perder?! Depois de 2 anos tentando, uma a mais ou a menos não faria diferença alguma..

Uma senhora veio me atender, muito atenciosa, e eu logo já fui analisando as sobrancelhas dela, pq se estivessem mto ruim eu iria é fugir daquele lugar, mas para minha alegria estavam aceitáveis (comparado com boa parte da mulherada aqui).

Depois que trocamos algumas palavras ela disse que chamaria alguém para me atender, fiquei sentada na cadeira esperando.. Eis que chega uma moça mto simpática, já com o sorriso no rosto andando na minha direção e gritando “Salam, salam” e eu não sabia o que falar, falei “Salam”..Para que?!?! A tiazinha começou a falar em árabe super empolgada e eu só tentando avisar que “English only”(claro que tb temos a técnica do “No English”, mas esta é uma outra história) . Ufa pelo menos desta vez ela sabia falar inglês (já passei por uma outra aventura onde a pedicure não falava inglês e o salão tinha uma “tradutora” para que pudessemos nos comunicar hahaha).

O atendimento foi bom, lá estava eu de olho fechado esperando pela coisa de sempre, quando eu percebo que apesar de eu ter pedido “threading” (normalmente as opções são waxing (cera) ou threading (linha)) a moça começou a tirar a minha sobrancelha com pinça!!!! Vc acredita nisso?!?! Eu desacreditei!!! Eu já perdi as contas em quantos lugares eu fui e liguei e ninguém sabia do que eu estava falando e esta moça fazendo na maior naturalidade... Ganhei o dia!!!!

Tirando o fato de que eles tinham uma TV no último volume passando uma novela árabe no salão e a gritaria era geral (na TV) o atendimento superou as expectativas, minhas sobrancelhas nunca ficaram tão próximas do que eu tive no Brasil e com certeza este será o lugar que terá repeteco.....

Melhor do que tudo isso?!? É achar uma filial da Pizzaria1900 escondida por aqui...

Friday, August 08, 2008

Dee's Bakery


Se vc estiver passando pela região de Valens, ON a parada obrigatória para que gosta de uma boa butter tart é a Bakery da Dee...

O local como sempre não promete muito e a fachada da loja se parece com posto de gasolina abandonado na beira de estrada de filme americano.

Em 10 anos de existencia a loja se orgulha de ter vendido mais de 1 milhão de tortinhas, número supreendente considerando a localização e a pouca publicidade que a loja faz.

O site traz algumas informações, conta como tudo começou e o que sai na mídia, mas o que vale mesmo é a oportunidade de provar um dos 12 sabores de butter tarts e turn overs que a lojinha oferece.

Nós conhecemos o local por acaso, a placa do lado de fora da loja foi o que nos chamou a atenção e paramos para constatar se o produto era tão bom quanto eles anunciavam. Claro que não nos arrependemos e agora é parada obrigatória todas as vezes que estamos na vizinhança.

http://www.buttertartstodiefor.ca/

PS. Não sei a tradução de tarts e turnovers, basicamente as tarts são tortinhas assadas de massa podre e recheio cremoso e os turnovers se parecem com strudel, ambos disponíveis em diversos sabores.

Wednesday, August 06, 2008

Fat Princess


Fat Princess é um jogo de video game que está dando o que falar... Novidade que em breve será lançada para o PS3, o jogo que tem cara de inocente e com gráficos parecendo desenho animado, está tirando as feministas do sério.

O objetivo do jogo é salvar a pricesinha que está presa no palácio.. Claro que as coisas não são tão simples assim e 2 estratégias correm ao mesmo tempo, uma é o plano de ataque aos inimigos para realmente salvar a menina, a outra é convencer a pricesinha do time adversário comer muitos doces e guloseimas e com isso ela fica cada vez mais gorda e mais dificil de ser carregada/resgatada...

Eu achei muito engraçado, ainda mais quando vc vê algumas imagens do jogo..

Eu particularmente acredito que isso apenas reflete o comportamento das pessoas e quem está reclamando com certeza tem culpa no cartório. Isso é apenas um jogo de video game e não é motivo para polêmica ou gerar grupos de discussão com “passeatas”.. Só faltam queimar sutiã na rua!

Os grupos reclamões defendem que a imagem feminina está sendo denegrida e que está sendo explorada de maneira inadequada.. Ah é?!?! Vamos dar uma voltinha na rua e vamos ver que está com razão!!!!

Em geral quem se interessa por jogos lá em casa é o Rafael, mas assim que se sair o demo eu quero jogar e ver como que é.

Monday, August 04, 2008

Alegria de pobre dura pouco...

O jeito é se preparar..

Acabamos de ver casacos pesados de inverno, luvas e enfeites de Natal a venda no Costco..
Apesar dos 30C, estes são sinais de que o inverno está chegando...

E vc ai, já está preparado?

Alô?


Por coincidência esta semana que passou tivemos duas boas notícias sobre call-centers.

A que veio do Brasil tem por objetivo nos proteger das táticas de guerrilha que as empresas usam para deixar o consumidor tão cansado que acaba por inibir uma reclamação ou o cancelamento de um serviço. Já imaginou uma ligação atendida diretamente por uma pessoa, que deverá dar direcionamento a um problema na mesma hora? Parece mentira, mas é esta a proposta inicial. Tenho certeza de que as empresas acharão um meio de 'reter' os clientes, mas até chegar esta hora estaremos usufruindo da praticidade.

Pelos lados de cá, finalmente estão implementando uma lista nacional de 'não-me-ligue-pois-não-quero-comprar-nada', ou Do Not Call list. Uma boa idéia, implementada com 5 anos de atraso em relação aos vizinhos do sul. Se tiver o impacto semelhante aos EUA, mais de 60% da população estará registrada nos dois primeiros meses.

Infelizmente criaram uma série de exceções. Políticos, associações de caridade e pesquisas podem ligar, mas o que mais me preocupa são as empresas com as quais já temos relacionamento.

Esta brecha permitirá a Rogers ficar nos ligando todos os dias na hora do jantar, como vem fazendo quase que diariamente, apesar dos meus pedidos para que não o façam.
De qualquer forma já é uma melhora e tanto. Agora só falta combinar as duas notícias e vamos estar indo (sic, sic!) de mal a melhor.

Friday, August 01, 2008

Nós contra eles...

Já que vamos morar numa cidade diferente, que ao menos seja um lugar que nos agrade, tenha bons serviços, diversão, segurança e que seja limpa (estou deixando de fora à parte da culinária por motivos óbvios).

Bem, no quesito limpeza, existem basicamente dois grupos. Nós e eles.

Eles são os que fazem a cidade ficar suja e feia ao colocar cartazes e papéis colados nos postes das avenidas. Oferecem hotéis, aulas, produtos e festas. E principalmente poluição. Poucas vezes os vi em ação, mas suspeito que sejam os mesmos que jogam casca de mexerica nas ruas de SP e que desnecessariamente apertam o botão que ajuda a abrir as portas para as pessoas com dificuldades.

Felizmente existem Nós. Nós somos aqueles que reprovamos essa prática. Podemos ser identificados com facilidade. Senhores e senhoras de mais idade que idealizam morar num lugar limpo e organizado e que passam de poste em poste arrancando os anúncios irregulares.

Pois bem, sempre reclamei disso desde quando chegamos, fiquei muito contente ao ver o grupo limpando os postes e arrancando tudo o que podiam. Em uma das nossas saídas da academia encontramos uma senhora de 70/80 anos sozinha fazendo o mesmo trabalho e lá fui eu ajudar. ‘Eles’ usam grossas fitas adesivas para evitar serem removidos e ‘Nós’ precisamos nos ajudar sempre.

Espero que a prefeitura multe Eles. Afinal, os anúncios sempre têm um telefone de contato. Nós estamos fazendo a nossa parte, preciso confessar de não ser tão ativo quanto deveria, tb arranco de vez enquando anúncios quando estamos andando pela rua, mesmo pq cabe a Nós cuidar de onde morarmos e dar exemplos aos outros. Digo, a Eles.

Estamos nos organizando. Junte-se a nós..
http://torontoadvertisinghallofshame.org/index.html

Thursday, July 31, 2008

Pick your Own


Como as berries estão em alta temporada, resolvemos dar uma visitinha a um pick your own e aproveitarmos um final de semana no campo.

Na fazenda onde estivemos podemos colher raspberry, blueberries e black currant. Bem, eu não vou arriscar a traduzir nenhuma delas por que alguns tipos de berries eu só conheci depois que nos mudamos para cá.

A fazenda é super bem estruturada, com parquinho para crianças, mesas para almoçar, loja para venda de produtos como geléias, matéria prima para fazer a geléia (já que vc acabou de colher as frutas), frutas congeladas, mel e entre outros, e uma pequena vinicola na saida.

Nós não trouxemos frutas demais, tentamos nos conter e trazer apenas o que iriamos consumir nos próximos dias. As blueberries viraram muffin (eu não sou fã de muffin, mas nada que uma boa abrasileirada com leite condensado, coco e chocolate para dar uma melhorada na receita original), as outras estamos consumindo in-natura.

As fazendas que possuem site colocam também a disposição o calendário das colheiras para o ano inteiro, sendo assim vc poderá voltar praticamente a cada 2 meses e colher novos produtos fresquinhos e organicos.

Como encontrar um pick you own que te agrade? O site http://www.pickyourown.org/ informa as fazendas nos EUA e Canada que oferecem colheita o ano todo.

Wednesday, July 30, 2008

Custo X Benefício


Alguns acessórios de cozinha que eu tinha em casa vieram diretamente da Dollarama.. Na época eu resolvi arriscar, custava apenas 1 dólar mesmo, e se quebrasse ou estragasse a perda não seria tão grande.

Comprei o que eu achava que valia a pena, mas já acreditando que semanas depois eu teria que comprar novos.. Pois bem, alguns acessórios chegaram a durar 1 ano, outros estão firmes e fortes até hoje.. O mais engraçado foi quando precisei repor os estragados, já sabendo de como era a experiência Dollarama, eu resolvi comprar em outras lojas de melhor qualidade e é claro que com a expectativa de que eles durassem por muito mais tempo, já que eles eram mto mais bonitos e custavam pelo menos umas 8X mais....

Engano meu, alguns items comprados em lojas mais “chiquezinhas” duraram menos tempo que os fuleiras da Dollarama.. Eu fiquei bem brava é claro, por que ao invés de pagar $1 eu estava pagando $8 $9 e as vezes $12 dólares por algo faz o mesmo efeito e que tem menor tempo de vida.

Não vou generalizar e dizer que tudo da Dollarama é bom, pq tb já passei por apertos com pegador que deformou e começou a derreter no óleo quente e alfinetes de segurança que partiram ao meio quando tentei abri-los, mas para outros itens eu recomendo..
Pela terceira vez terei que repor alguns itens de cozinha e desta vez será Dollarama mesmo por que se estregarem ainda tenho o consolo de ter pago $1 apenas pelos itens.

Sunday, July 27, 2008

Cada portinha uma surpresa...


Ainda estamos nos acostumando a idéia que atrás de uma portinha encardida há sempre uma boa surpresa...

Em Guelph paramos em um mercado de beira de estrada que prometia deliciosas tartes (tortinhas de massa podre), e lá fomos nós. O local nada simpático parecia aqueles mercadinhos sujos de praia onde compramos os itens de extrema urgência. O balcão com tartes e turnovers estava repleto e com diversos sabores a escolher. Arriscamos dois e não nos arrependemos. A tartes estavam ótima e merecem um repeteco. Semana que vem pararemos de novo e arriscaremos novos sabores.

Durante estas nossas andanças no final de semana, achamos húmus enlatado da Jordânia na prateleira de supermercado, resolvemos comprar e provar o produto original para ver se era igual ao hommous fresco (feito no Brasil e Canadá) que estávamos acostumados a comprar. E a boa notícia veio quando bem próximo ao hommous, a poucas prateleiras de distância achamos "Nhá Benta" alemãs, veja a fotinho ai, tão boa quanto à da famosa da Kopenhagem!!!

Não tínhamos programado um final de semana gastronômico, mas valeu a pena.

Tuesday, July 22, 2008

O esporte bretão


À convite de amigos, hoje fomos ver um jogo do Toronto FC e conhecer como é o futebol por estes lados.