Monday, November 19, 2007

O melhor amigo...

Dizem que os diamantes são os melhores amigos das mulheres e que um diamante é para sempre.

Uma das coisas que ainda me chama atenção por aqui é que as mulheres usam jóias regularmente. Sem (grandes) riscos de assalto, não apenas no trabalho, mas no metrô ou andando na rua é possível ver os acessórios brilhantes em uma ou outra pessoa. Entre as jóias, destacam-se as alianças.

A regra geral parece ser a aliança com um solitário, e quanto maior a pedra, melhor. Não que eu não goste. Acho bonito e tendo trabalhado alguns anos com mineração, aprendi a apreciar os diferentes arranjos dos átomos de carbono e suas propriedades refratárias de mais de uma maneira. O problema parece ser no exagero.

Uma colega da Dani do leste europeu disse que há até um padrão a ser seguido. Para x dólares no banco, tantos quilates. Algo como "O meu marido é melhor do que o seu" ou "Meu marido gosta mais de mim do que o seu gosta de você". Pelo tamanho, ou todo mundo tem milhões na conta e vive num conto de fadas ou as mulheres são bem competitivas entre elas.

Ainda bem que o melhor amigo do homem é o cachorro.

8 comments:

Victor said...

hehehe
Ainda bem que o nosso amigo é algo menos caro e ainda dá carinho como retorno!
:D


Abraço.

Jeanne said...

Pelo jeito eu só vou ficar com o cachorro! hahahahah

Ninha said...

Bom, eu acho lindo sim, acho chiquerrimo, mas é uma coisa que eu nao almejo.Acho que esse $$ poderia ser convertido numa saida entre eu e meu marido....a gt ia aproveitar beeeeeeeeem mais...rsrsrs

Uma coisa que eu nao reparo num shopping, sao as lojas de joias...

Ellie said...

Isso tambem acontece por aqui (EUA). "The size of the rocks is what counts" eh o que eu sempre escuto por aqui. Eu acho a maior besteira gastar um dinheiro nisso, com certeza prefiro economizar ou usar a quantia de uma maneira mais eficiente.

;) Conexao Toronto said...

Engracado que nao curto muitojoias.. Talvez porque minha mae nunca deu muita importancia e tb pq a gente nao pode usar no Brasil e acaba perdendo o interesse..
Mas ainda bem que nao dependo de um anel destes pra medir amor do meu marido pormim, senao...

;)

Diogo e Simone said...

pergunta técnica...

vc disse que trabalhou com mineração, vc trabalha com isso aí no canadá, ou trabalhou no Brasil?
é que sou geógrafo e trabalho com mineração de agregados pra construção civil aqui, penso em cursar Eng de minas no québec, e qualquer informação do mercado no Canadá me interessa...
não que eu queira trabalhar tanto só pra comprar jóias... rsrs
até
Diogo e Simone

Pedro said...

Dani e e Rafa
O lance do diamante é o seguinte (pelo menos nos EUA):
É aliança de noivado que as mulheres usam mesmo depois de casadas. A regra é que para pedir a namorada em casamento o figura tem que comprar um anel no valor equivalente 2 a 3 meses de salário bruto, por isso uma mulher ostentando um anel maior em tese significa que o marido dela tem um salario maior que uma com um anel menor. Se cancelar o noivado o anel fica com a noiva, se a noiva cancelar em teoria ela devolve o anel, mas nem sempre acontece. Enfim, mais uma "perola" do capitalismo selvagem! No meu escritório as mulheres não acreditam que a Dani não ganhou um anel de diamantes, para a grande maioria não rola casamento sem a famosa pedrinha no dedo!!!

Beijos
Pedro, Dani, Bel, Motta2 e Jester

Sonho Meu said...

Nunca fui ligada em diamentes e joias.
Prefiro ter dinheiro pra pagar as contas e poder fazer umas viagenzinhas uma vez ou outra.
Minha proxima viagem vai ser pra Salzburg que vai me trazer mais felicidade do que ostentar uma imbecilidade no meu dedo.
bjos,
me