Thursday, December 13, 2007

Censo 2006 - Imigração

E depois de um logo perído abandonado, eis que o blog ressucita e volta a ativa....

Vamos tentar colocar as notícias em dia..

No começo do mês saiu o censo de imigração 2006 e podemos perceber que os números batem recordes em vários quesitos analisados.

De 01/Jul/05 a 01/Jul/06 a população cresceu em 324 mil pessoas, sendo que 254 mil são imigrantes, correspondendo a 2/3 do crescimento anual do país.

Pela primeira vez na história, 1 a cada 5 no Canadá não é canadense.

Nos últimos 5 anos o nascimento de crianças de país não canadenses aumentou em 13%, e este número é 4 vezes maior do que as criacinhas de país “locais” (3.3%).

Conforme é possível notar na rua, os asiáticos são maioria e correspondem a 58.3% dos imigrantes recém chegados.

Para as outras nacionalidades eis os %:
16.1% Europeus
10.8% América Central, Sul e Caribe
10.6% Africa

Outros números que foram reportados:
70.8% da população não tem inglês ou francês como lingua materna
20.1% da população, independente da lingua materna, fala inglês/francês
22.1% apenas francês
57.8% apenas inglês
9 a cada 10 pessoas falam inglês ou francês a maior parte do tempo dentro de casa.

Toronto, Montreal e Vancouver receberam 68.9% de todos os imigrantes que chegaram o ano passado (inclusive nós!!! Aeee)

E por fim, esta é a parte que mais gostamos.. Foi reportado que mais de 200 diferentes idiomas foram identificados como lingua materna de todo o povo que resolve mudar para cá.

É por estes e outros motivos que “somos normais” neste país que vale tudo..

Viva o multiculturalismo!

2 comments:

Re said...

Olá Dani e Rafa,
Sou nova nesse mundo de blogueiros e gostei bastante do blog de vcs.
Nossa, essa pesquisa realmente nos encoraja a mudar...sabendo que tem tantas pessoas na mesma situação que a nossa.
Abração

Jeanne said...

Antes de chegar aqui vi no site do Consulado Canadense que eles estavam com um número de pedidos de imigração bem acima do que haviam previsto para 2007, daí a demora nos processos.
Especula-se que o aumento crescente da violência, principalmente depois dos ataques do PCC, ajudou a subir o número de processos de imigração. Acho perigoso generalizar dessa maneira porque quando você decide imigrar existe uma série de fatores que pesaram na sua decisão, bons e ruins, e se formos levar a coisa para esse lado não vai sobrar ninguém no Brasil!
Bjs