Monday, April 07, 2008

A moda do vale tudo

Estar na moda é um assunto totalmente polemico e discutível. Eu prefiro não entrar no porém e entretanto, mas vivendo em uma outra cultura podemos perceber como os paulistas (não vou dizer brasileiro pq minha experiência é 100% SP) se vestem de uma maneira padronizada e seguindo as “tendências”. O que eu acho super legal e bonito de se ver.

Claro que todos que estão lá, amigos e familiares, sempre nos perguntam, mas e a moda ai, como que é? E o que tem de bonito? E o que estão usando?

Sinceramente eu nunca tenho uma resposta para dar. Eu não sou muito fã da moda local, eu me viro com o que eu acho nas lojas, meu guarda roupa ainda é predominantemente brasileiro e dificilmente eu passo por alguma vitrine que me faça parar e voltar para olhar (como acontecia nos meus passeios ao shopping Morumbi).

Como parte da cultura local nós tb recebemos em casa catálogos de diversas lojas de roupas e varejo em geral. Esta semana uma das páginas do catálogo de uma loja de roupas me chamou a atenção e por isso gostaria de compartilhar com vcs o que eles colocam nas lojas para vender e oferecem on-line tb (detalhe na altura da cintura da calça e o que sobra de tronco da modelo e o sapatinho, e não venha me dizer que isso é cintura alta, pq já passou dos limites).

Esta é uma das amostras da moda local, e acredite se quiser há muitas pessoas que compram, usam e facilmente encontramos nas ruas. No dia a dia, juntamente com este modelito é possível encontrarmos a mesma pessoa está usando mullets/cabelo chitãozinho & xororó para completar o visual.

5 comments:

guerson said...

Vc tem razão em uma coisa - a moda no Brasil é bem padronizada e todo mundo anda vestido mais ou menos igual. O que eu gosto aqui é que as pessoas têm mais liberdade pra encontrar o seu proprio estilo.

Quanto aos padrões da moda, ela varia muuuito. O que se vê nos catálogos das Sears, The Bay e outras lojas de departamento é realmente bem tradicional e careta. Eu gosto mais de comprar roupas em lojas menores - encontra-se muitas ao longo da Queen St West, em Kensington, College St, Roncesvalles e alguns outros redutos. Das lojas maiores, eu costumo comprar roupas na Jacob, já encontrei muita coisa interessante na Le Chateau, e tambem gosto de algumas coisas da Gap, Zara, Esprit e algumas outras marcas...

Mas vc tem razão, não existe um padrão muito rígido. Cada um faz o seu... O que é bem liberante...

Jeanne said...

Acho que quem mais inventa moda é a chinesada; tem dia que eu olho e falo "What the hell is that???". Meias até o joelho, cada uma de uma cor, tênis idem, um roxo e outro verde; cabelo azul, chapéu com orelhinha de onça e saia curta, curtíssima.
Vc viu que os pés com unhona pintada já estão voltando? Salve-se quem puder!
Beijos.

Mirella said...

No começo eu acahava a moda canadense péssima... Mas hoje, eu amo, cada um veste o que quer... moda é relativo e cada um tem a sua.
Adoro pensar que posso comprar uma roupa e usar nos próximos 5 anos e ninguém vai dizer e nem falar nada... amo!!!
Viva a liberdade de expressão da moda canadense!!! woo hoo...
bjs

Re said...

Ahahaha, esse modelito não me agrada nem um pouco, mas concordo com a Mirella, que essa libertade é muito boa...poder vestir o que der vontade, sem ter que seguir padrões....e isso aqui no Brasil é muuuuuito forte...as pessoas vão sim ficar te olhando feio e te julgar pelo que vc veste.
Acredito que o Canadá tenha um pouco da cultura americana, cada um usa o que quer, e felizmente tem muitas opções de lojas e estilos...aí é só vc garimpar e escolher o que gosta, né?
Acho que vou adorar...
Bjs

Dani said...

Oi Dani!

Aqui em SP tb chegou essa moda da cintura alta! Pior ainda qdo a calça é justééésima e aquelas mocinhas fofinhas acham que têm q usar, pq "ficou bom" na modelo magérrima. (eu acho péssimo tanto nas magras qto nas gordas)

Também não sou escrava da moda! Tem mta coisa de moda que, por mim, passa despercebido! Uso o que me agrada!

Um bjo =)